O 1º Congresso Nacional de Lideranças Maçônicas reuniu os mais importantes nomes da maçonaria do país. Eles oficializaram o lançamento da Ação Maçônica Internacional - AMI e abordaram temas relacionados aos ideais da entidade.

Confira abaixo e-mail enviado
pelo Ir\ Sebastião Galeno da Silva, V\M\ Aug\ Resp\ Loj\Simb\ Leodolpho Evangelista da Rocha, exaltando a importância da AMI.



 

Também tive o prazer de estar no Congresso da AMI. Tenho acompanhado o trabalho dos Eminentes Irmãos Eduardo T. Rezende (presidente da PAEL) e João Lemos Salgado (GME GOEMG), já ha mais tempo e estou absolutamente convicto de que e o resgate da Maçonaria Brasileira e com a AMI deixaremos de "bater malhete", deixaremos o imobilismo que nos domina.

Vivemos do passado que e importante, mas não nos alimentara indefinidamente. Mas há que ter coragem para participar. No entanto, aqueles que não tiveram a coragem ou a disposição ou mesmo tiveram mas não tinham a disponibilidade, não precisam se angustiar. O comboio é amplo o suficiente e tem lugar para todos. Mesmo os retardatários serão recebidos com o coração aberto.

Ha, sempre, os que trabalham, os que não trabalham e os que atrapalham. Que não sejam os Irmãos do ultimo grupo, mas se forem, não importa. Isto e parte de qualquer grupo imperfeito (e somos imperfeitos, ainda). Que os irmãos se dêem à oportunidade de, pelo menos, conhecer o que e a AMI, sem jogar pedra antes e sem preconceitos, sem reservas.

Enfim, irmãos, vamos embarcar logo, para o bem da Ordem. Somos Irmãos, não importa nada alem disto. Obediência e fruto de imperfeição. Os Irmãos das GGLL, da COMAB, todos, a imensa maioria, não sabia que estava embarcando em dissidências, por isto não podem ser culpados. Tem de ser recebidos como irmãos, que são. A AMI não faz diferença entre eles. E não interfere nas Obediências. E pode usar o nome "Maçônica claro, pois se constitui de MAÇONS regulares...

TAF
Galeno